Manual arbitrário da quase invisibilidade


Vivemos em uma época difícil de tão fácil. São os quinze minutos de fama, a sociedade do espetáculo. Aspirantes ao estrelato pipocam a todo momento. Atores e plateia fazem os mesmos papéis. - Confusão de papeis, diga-se a verdade. Há uma magnética necessidade de aparecer. Às vezes o que “aparece”, não é...  - É o que me parece.

Para você que quer passar despercebido aos entregadores de folhetos nas calçadas, evita ser o centro das atenções, não quer ser o famoso(a) da escola, da faculdade ou do trabalho, rejeita a superficialidade da fama sem motivo e do sucesso sem mérito, elaborei um manual para ajudar, - quem quiser ser ajudado. Estou sendo pretensioso, mas um pretensioso altruísta. Não dou garantias de eficácia, a síndrome do pavão é implacável. 

1 - Use roupas sem estampas e que não tenham os símbolos ou a marca do fabricante aparentes. A menos que você goste de vestir-se para chamar a atenção e de quebra fazer propaganda de graça.  Prefira cores pouco chamativas. Colabore para diminuir a poluição visual. Deixe as cores chamativas para as carrocinhas de cachorro-quente.

2 - Use calçados simples e, de preferencia, de cores discretas. Molas têm mais utilidade em colchões. Detalhes refletivos têm mais utilidade em coletes de moto-boys e placas de trânsito.

3 - Caso use frequentemente bonés ou chapéus, prefira os de cor preta. A aba dos bonés foi feita para proteger os olhos do sol. Você tem os olhos na nuca ou na parte lateral da cabeça?

4 - Evite o uso, na mesma ocasião, de correntes, anéis, relógios, colares, pulseiras, brincos e bijuterias extravagantes. Serve também para os enormes fones de ouvido. O período das árvores de Natal vai de trinta de novembro até seis de janeiro, e nem elas ficam bonitas quando estão carregadas de objetos brilhantes.  

5 - Mulheres, não pintem os cabelos. Usem pouca maquiagem ou nem usem. Explorem a beleza de forma natural. Sua pele e os cardíacos agradecem. A menos que queiram ajudar alguém que esteja com um ataque de soluços.

6 – Homens e mulheres, não deixem de usar perfume. Há sempre a medida certa. Se não usarem, vão chamar a atenção pelo odor desagradável. Se usarem demais, serão confundidos com uma amostra grátis ambulante.

7 – Para que dois aparelhos de celular? Limite-se a usar um. Use-o só em caso de necessidade. Dê preferencia aos modelos pequenos. Sem toch-screen. Sem funções extras. Apenas que recebam e façam ligações. Celulares com radar, torradeira e raios laser, ficam bem nos filmes do James Bond. – E olhe lá. Importantíssimo, escolha um toque condizente com sua capacidade mental e sempre no volume baixo. Há um limite tênue entre apenas atender o celular ou, anunciar com um grito, que você recebeu uma ligação. ALÔÔÔ!!

 8 - Se você possui uma máquina fotográfica profissional, e usa nela uma grande lente objetiva, não fique tirando fotos de tudo que você vê... Libélulas pousadas numa grade, passarinhos em fios elétricos, lua cheia, aranha fazendo teia, raios e tempestades, a dentadura da sua vó no copo com água... Além de atrair muitos olhares para seu “talento”, fotógrafos de bom gosto não fazem mais isso. Se você discorda, reze todas as noites para que permaneça sem alterações o artigo 5º, inc. IX, da Constituição Brasileira.

9 - Trate dinheiro apenas como papel. Algo que, por convenção da maioria, atribuíram valor. Deus existe, mas está cerca de quatro a cinco palmos acima dos bolsos da tua calça.

10 – Se possuir carro, mantenha-o relativamente sujo na parte exterior e, não ouça música num volume que possa ser escutado por quem está na calçada. Caso contrário, poderá ser confundido com aqueles profissionais que vendem melancias ou trocam baldes cheios de maçãs por Tele-Senas antigas.

11 - Você gosta de andar na rua acelerando a “máquina”? Cantando pneus? Empinando a moto? Parabéns, você descobriu que o homem inventou a roda e já pode parar de ler esse manual.

12 - Adquira uma bicicleta. Mas ande nela. Além de fazer exercício, não irá despertar a atenção da maioria das pessoas que dizem: Andar de bicicleta? Bicicleta é coisa de pobre.

13 – Ouça músicas que não estão entre as mais tocadas do momento. Procure entender sobre música. Agora, se não gostar de sequer uma que foi composta, pelo menos, a cinquenta anos atrás, a salvação pode estar no item 28.

14 - Mesmo que saiba dançar, não dance. Se não sabe, nem tente aprender. Vídeos que mostram a dança do acasalamento das avestruzes podem ilustrar como não proceder no ritual da conquista. Adquira métodos mais sutis para seduzir possíveis parceiros(as) sexuais.

15 - Caminhe de maneira que não pareça que está numa passarela. Não arraste os chinelos. Não bata com os saltos como se estivesse martelando pregos. Mais uma vez a discrição se faz necessária. (Não esqueça o item 2).

16 - Não passeie com cães das raças: Yorkshire, Poodle, Chihuahua, Pit Bull, Maltês, Shih-Tzu, Pug, Pastor Alemão... Aliás, não passeie com cães. Invariavelmente eles irão chamar a atenção a cada dois minutos quando urinarem. Isso se não fizerem algo bem pior no meio da calçada. 

17 – Se esforce para falar e escrever de maneira mais sofisticada. Use palavras rebuscadas, faça analogias, metáforas. A maioria das pessoas que gosta de popularidade, não vai ouvir, muito menos ler, nada que você falou ou escreveu. (Para alguns, esse manual nunca existiu.)

18 - Analise sobre diversos ângulos todo e qualquer assunto antes de tirar uma conclusão e manifestar-se. Criar polêmica sobre banalidades é uma característica intrínseca aos fãs de reality shows.

19 - Duvide de tudo que você vê, lê e ouve. (Inclui manuais arbitrários)

20 - Caso esteja incomodado(a) vá para o item 33.

21 - Ouça dez vezes mais do que fala. Esse item serve mais para atrair gente que, igual a você, não gosta de ser o centro do universo.

22 - Quando estiver falando olhe nos olhos das pessoas. Esse item espanta quem gosta de ser o centro do universo.

23 - Conserve a alegria interior e evite o desperdício de sorrisos. Parecer alegre demais, principalmente em festas, é um convite para ser fotografado e sair na coluna social de algum site ou jornal. (Ainda não entendi a mistura de idiomas na expressão: Tops da balada.)

24 - A cada dois dias só assistindo TV, leia um livro. Potencialize o item 17.

25 - A cada dois dias só em redes sociais, procure algum amigo(a) e converse  cara a cara. Era assim que as pessoas se relacionavam com as outras num passado não muito distante. Potencialize o item 22.

26 - Se você compra apenas livros que estão na lista dos mais vendidos, pare de ler imediatamente esse manual. Providencie uma assinatura vitalícia das revistas Capricho, Contigo, Caras, Tititi(ca)...

27 - Para cada livro ruim que você ler, escolha cinco páginas aleatoriamente no dicionário e leia-as em voz alta. Assim, você espanta os maus espíritos que acompanham os livros ruins. Faça isso quando estiver sozinho em casa. Você quer ser quase invisível, e não taxado de psicótico.  

28 – Frequente bibliotecas, teatros e museus. Nesses lugares as pessoas estarão mais interessadas nas obras do que em olhar você da cabeça aos pés. Além disso, você vai ampliar seus conceitos sobre o que são realmente criações artísticas.

29 - Não vá aos cinemas que colocam em sua programação apenas filmes comerciais. Quanto aos gêneros comédia romântica e terror, reserve para quando quiser um bom estímulo para dormir em frente à tela. Se não for possível dormir, leve tampões de ouvido a fim de não escutar comentários parecidos com esse: “Que filmaço; Não vejo a hora de ver a continuação!” 

30 - Pratique esportes. Dê preferencia aos individuais e aos que ainda não são tratados como mercadoria numa prateleira. Esportes que estão na moda? São por sua conta e risco...

31 - Dê este manual à sua namorada, ou namorado. Peça para ela(e) marcar o que não gostou, se o resultado for mais de sete, termine o namoro. Namorar alguém que quer visibilidade extrema é dor de cabeça na certa.

32 - Leia este manual mais de uma vez. Marque os pontos que não gostou. Se o resultado for mais de sete, reate o namoro e sejam visíveis para sempre.

33 - Volte ao item 18 sem esquecer jamais o item 19.

34 - O item 9 ajuda a aliviar várias aflições do ser humano moderno e, em breve, terá um manual, que não será arbitrário, mas sim utópico.

*Caso tenha se sentido ofendido, deixe seu nome e endereço nos comentários, mandarei rosas brancas e cupons de desconto para quando você for à Disney.



Compartilhar: