Monocromática


A vida na cidade
Escoa 
No vão das grades
Ressoa 
Sob o som de alarmes
Ecoa 
Na ditadura das paredes 


A cidade infestada 
Monólogos
Celulares
Caras amarradas


Há pessoas
Em toda 
Parte
Chaves trancas câmeras


Olhares tristes
Nas vitrines
Nas calçadas
Nas sacadas 
Pétalas sem cor


A cidade infestada
Rios de carros
Mar de placas
Greve de risos
Bocas fechadas


Doces rostos raivosos
Desvios de caráter
Atores de quinta categoria
Manto de fios
A vida finda
Cinza
A cidade fica




Compartilhar: