Altos Papos

Presidente da Câmara responsabiliza Senado e governo Bolsonaro por crise com Auxílio Brasil

Em conversa com aliados, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), tem dito que o principal culpado pela crise que se instalou nos últimos dias no país é o Senado, e que o governo errou na condução do tema.

Lira responsabiliza a Casa por não ter votado o projeto de lei que altera o IR (Imposto de Renda), que era o plano inicial de Paulo Guedes (Economia) para dar respaldo ao Auxílio Brasil.

Segundo informações da Folha de São Paulo, Arthur Lira disse a colegas do Congresso que o governo deveria ter enfrentado o debate. Que deveria ter falado publicamente que o Senado estava travando a opção dentro do teto de gastos e que, diante disso, para não abandonar 20 milhões de pessoas, teria que buscar uma alternativa extra-teto.

A reforma do IR é considerada morta por senadores. Segundo relatos, até Guedes já havia jogado a toalha.

Com o projeto parado, o governo passou a buscar outra forma para garantir o Auxílio Brasil. O anúncio do programa veio, então, com uma manobra que dribla a regra do teto de gastos, o que provocou alvoroço no mercado, com queda da bolsa e aumento do dólar.

O presidente da Câmara ainda afirmou que a Casa comandada por Rodrigo Pacheco (DEM-MG) está se curvando às pressões dos bancos.

Adicionar comentário

Sigas nas Redes Sociais